From the sexual division of labor to the naturalization of oppression: a study on the works of Engels and Clastres

Keywords: Sexual division of work; State; Friedrich Engels; Pierre Clastres.

Abstract

This article intends to present a study on different approaches to the sexual division of work. This has been based on classical texts of social thought, in order to establish a comparison between two anthropological studies, in which the sexual division of work is seen as the basis of the social relationships of certain societies. It was decided to work with the books “The Society against State”, by Pierre Clastres, and “The Origin of the Family, Private Property and the State”, by Friedrich Engels, in which the division of work by sex is presented as a socially constructed aspect in the process of development of capitalism. Thus, we sought to map some elements that may help the understanding of the problem related to the sexual division of work.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Author Biography

Mariana Silveira dos Santos Rosa, Instituto Federal Catarinense - Brasil

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Educação do Instituto Federal Catarinense, na linha de pesquisa Educação e Inclusão. Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Professora auxiliar de Educação Infantil, na rede municipal de ensino de Florianópolis (SC) desde 2014

References

Antunes, Ricardo. (2009) Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. 2ª edição. Campinas, SP: Autores Associados.

Clastres, Pierre. (1975) A Sociedade contra o Estado: investigações de Antropologia Política. Porto: Editora Afrontamento.

Engels, Friedrich. (2002) A origem da família, da propriedade privada e do Estado. São Paulo: Centauro.

Hirata, Helena. (2002) Nova divisão sexual do trabalho: um olhar voltado para a empresa e a sociedade. São Paulo: Boitempo.

IBGE. (2018) Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil. Estudos e Pesquisas: informação demográfica e socioeconômica. Número 38.

Kergoat, Danièle. (2009) Divisão sexual do trabalho e relações sociais de sexo. In: HIRATA, Helena (org.). Dicionário crítico do feminismo. São Paulo: UNESP.

Marx, Karl. (2004) Capítulo VI inédito de O capital. 2ª edição. São Paulo: Centauro.

Marx, Karl. (2013) O Capital: crítica da economia política. Livro I. São Paulo: Boitempo.

Marx, Karl; ENGELS, Friedrich. (2005) Manifesto comunista. São Paulo: Boitempo.

Mead, Margareth. (2000) Sexo e temperamento. 4ª edição. São Paulo: Perspectiva.

Toledo, Cecília. (2017) Gênero e classe. São Paulo: Sundermann.

Published
2020-03-31
How to Cite
Silveira dos Santos Rosa, M. (2020). From the sexual division of labor to the naturalization of oppression: a study on the works of Engels and Clastres. Religación. Revista De Ciencias Sociales Y Humanidades, 5(23), 31-39. Retrieved from http://revista.religacion.com/index.php/religacion/article/view/593